2014 abr 11

A equipe da Weiku do Brasil, de Pomerode (SC), recebeu nesta quarta-feira (9) um grupo de arquitetos e engenheiros civis, de Curitiba (PR) para uma visita ao seu parque fabril. Os convidados conheceram a estrutura da empresa e o processo de fabricação das esquadrias de PVC, que são feitas todas sob medida, de acordo com cada pedido recebido.

Além de serem 100% recicláveis, os produtos da Weiku são produzidos e instalados pela própria empresa, sem terceirização de nenhuma etapa do processo. Os perfis são, usualmente, cortados em peças de 6,5 metros, que facilitam a logística da companhia para as próximas etapas de montagem das janelas e portas. “Porém nossa estrutura permite que façamos peças inteiras de até 20 metros, por exemplo”, explicou o gerente de marketing, Michael Lochner, durante a visita.

Impressão de quem visitou
Para a arquiteta Roberta Krause Vaz, a visita proporcionou a experiência de ver de perto como acontece o processo de isolamento térmico e acústico, uma das principais vantagens das peças, segundo ela. “Sempre falamos para os clientes que o PVC é o que há de melhor em esquadrias. Porém acompanhar o processo de solda eletrotérmica, por exemplo, nos dá muito mais respaldo para argumentar sobre a importância de se investir em perfis de qualidade, que realmente irão isolar perfeitamente”, conta.

Já a engenheira civil Rachel Menegon acredita que a flexibilidade da empresa, vista nos corredores da fábrica, com pedidos endereçados e etiquetados com nomes de cada cliente são os pontos fortes da Weiku. “A flexibilidade de poder contar com uma empresa que abraça o projeto e produz peças de acordo com a sua necessidade é fundamental. E a Weiku se propõe a isso, fazendo com que a gente possa trabalhar tranquilamente. Sem contar a questão da durabilidade, o risco mínimo de manutenção ou problemas futuros”, explica.

A verticalização da produção, podendo contar com a mesma companhia em todos os processos que abrangem tanto a produção quanto a instalação dos perfis é o destaque da empresa, na opinião da arquiteta Andreia Gonzaga. “Sabemos exatamente com quem podemos contar, o atendimento pré e pós venda faz toda a diferença no trabalho. Hoje tenho respaldo de clientes que já utilizaram a Weiku em suas residências e indicam os perfis para outros projetos”, enfatiza.

Os engenheiros civis Liziane Freitas da Silveira e Charles Spies e a arquiteta Angelica Pecego também participaram da visita. “Nosso objetivo é mostrar aos profissionais que utilizam os produtos da Weiku em seus projetos como eles são criados, apontando para a qualidade e personalização das peças, marca registrada da empresa”, conclui Michael.

Imagens: Divulgação

 
 
 
Fonte: Melz | Assessoria de imprensa – Weiku do Brasil
 

Deixe seu comentário